Exportando para a Argentina

Seguindo nossos posts sobre exportação para outros países, hoje abordaremos sobre um país vizinho, localizado na nossa querida América-latina: A Argentina.

Exportar é sempre um processo delicado, que envolve muita pesquisa de mercado e muito tempo aplicado à prospecção de clientes, fornecedores e planejamento. Já sabemos que exportar não é um procedimento que ocorre da noite para o dia e, por isso, daremos algumas dicas sobre como negociar com os argentinos e alguns dados sobre o país.

Quem está pensando em começar a exportar é ótimo colocar em seu planejamento  este país como um dos primeiros parceiros (claro, levando em conta que seu produto interessa o mercado), pois muitos experts  indicam que o exportador deve começar a exportar para aqueles países de língua espanhola,  que estejam mais próximos do Brasil e que tenham costumes semelhantes.

Após as eleições no país, a economia vem sofrendo profundas mudanças e alinhando-se com objetivos econômicos mais rigorosos com o futuro em vista, inclusive aumentando o estimulo às exportações e negociações em geral com o exterior.  A Argentina é a segunda maior economia da América do Sul, ficando atrás apenas do Brasil. Lembramos também que a Argentina conta com índice de alfabetização altíssimo, praticamente toda sua população tem acesso à educação e é alfabetizada – além disso, o país dispõe de grande diversidade de recursos naturais e infraestrutura boa, sendo a região mais industrializada a própria capital, Buenos Aires. Assim como acontece no Brasil, a Argentina também é focada em agricultura, e seus índices de exportação vêm aumentando muito nesse setor.

Mas vamos adiante! Abaixo daremos dicas de como negociar com os argentinos para ter maiores chances de sucesso:

– Seja pontual para reuniões de negócios, mas esteja pronto para esperar trinta minutos pelo seu, especialmente se você está se reunindo com uma pessoa importante;

– É difícil organizar reuniões com muita antecedência. Se você organizar reuniões com muita antecedência, não se surpreenda se elas forem adiadas mais perto da data;

– Os argentinos são muito ligados às suas famílias, então perguntar sobre como estão seus entes queridos é aceitável, inclusive eles podem perguntar coisas relacionadas ao assunto para você.

– Os argentinos às vezes interrompem os outros durante uma conversa,  pois para eles não é um costume ofensivo.  Portanto, evite se sentir ofendido e tenha em mente que os nossos costumes são diferentes.

– Na Argentina geralmente as reuniões são feitas nos escritórios, mas caso você tenha um relacionamento mais próximo com os executivos em questão, um convite para almoçar também cairia bem;

 
E aí? Tem interesse em exportar seus produtos para a Argentina?  Comece as pesquisas, verificando se seu produto é procurado e se encaixa nas necessidades dos argentinos, Traduza seu site para espanhol e mãos a obra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *