5 Dicas para Desenvolver uma estratégia de exportação

No post de hoje vamos abordar um pouco o pensamento estratégico, necessário para desenvolver um planejamento e que é um fator chave para se obter sucesso no exterior. Mas como fazer isso de maneira eficiente? A Flow dará algumas dicas à você!

Já sabemos que nosso país é muito burocrático, mas precisamos entender também a burocracia dos países a qual queremos vender nossos produtos. Isso já nos remete a primeira pergunta:

1) Para qual país vou vender o meu produto? A quanto?

O sistema tributário não existe apenas no Brasil, assim como alguns outros fatores como: logística, taxa de câmbio, barreiras tarifárias, incentivos fiscais à importação e exportação.
Seu produto se enquadra para obter recursos do governo? Está sujeito às barreiras tarifárias? Como será aplicada a logística para transportar seu produto? Estou ciente das alterações constantes nas taxas de câmbio? É um bom momento para exportar?
São aspectos que poderão influir no preço do seu produto. Uma taxa de câmbio favorável à exportação é uma oportunidade importante a ser considerada para o pontapé inicial.

2) Devo alterar meu produto?

É sabido que muitas empresas deixam de tentar atuar no exterior por falta de conhecimento nos mercados externos e dificuldade em entender diferenças culturais. É essencial que se busque compreensão a respeito dessas diferenças, facilitando uma adaptação para atuar no exterior. Por exemplo, talvez seja necessário adaptar a embalagem do seu produto não somente por questões burocráticas, mas até como estratégia para ganhar aprovação cultural dos clientes no exterior.

3) Há algum costume ou diferença cultural que devo tomar cuidado?

Baseado na segunda pergunta, entender como a cultura de outro local reagirá ao seu produto é um fator decisivo para se ter sucesso na internacionalização da empresa. Há várias características a serem consideradas, como o aspecto idiomático e religioso. Em alguns países, a religião é muito influente e define como os consumidores podem se comportar diante de determinados produtos.

4) Qual estratégia devo utilizar?

Sendo assim, após reflexões sérias de todos os fatores envolvidos, quais as estratégias disponíveis para exportar meu produto? Qual o objetivo da minha empresa?
Deve-se avaliar e estar alinhado com os objetivos traçados durante o planejamento. Busco ser original? Busco ter um preço mais competitivo? O quanto eu quero me envolver com a exportação do meu produto?

5) Quero vender para que tipo de negócio? Distribuidores, agentes, lojistas?

Definida a resposta à questão número quatro, fica mais claro como a empresa poderá se posicionar em relação ao seu negócio. Por exemplo, se a empresa decidiu envolver-se menos com os processos de exportação, fica mais fácil deixar esses mesmos processos na mão de profissionais especializados.
É importante a empresa estar sempre alinhada e reavaliando se seus objetivos estão alinhados com suas práticas atuais.

Se uma maneira não está funcionando, tente outro caminho, use outra abordagem no marketing. Cada mercado é um mercado e toda a jornada é um aprendizado. Leia, estude e coloque em prática. E se precisar de ajuda, sabe que estamos aqui para esclarecer suas dúvidas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *